Notícias por Região:

Piaui registra queda de 7% nos acidentes com mortes em rodovias federais

Piaui registra queda de 7% nos acidentes com mortes em rodovias federais

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Piaui registra queda de 7% nos acidentes com mortes em rodovias federais

BR 153, localizada no sul do estado, é considerada a mais perigosa em relação a quantidade de acidentes com óbitos

 

A Polícia Rodoviária Federal no Piauí divulgou na tarde de hoje(07), em âmbito estadual, os índices de acidentalidade do primeiro semestre de 2021. Mesmo com o aumento da frota e o aumento do fluxo de veículos devido a diminuição das medidas restritivas devido à pandemia do novo coronavírus, a PRF identificou uma redução nos índices de acidentes nas rodovias federais do estado. Nos seis primeiros meses, a PRF registrou 526 acidentes, sendo 181 de natureza grave, 541 feridos e 53 mortos nas rodovias federais piauienses. Se comparado ao mesmo período de 2020, a quantidade de acidentes sofreu um leve aumento na ordem de 1,0 %, a quantidade de acidentes considerados graves reduziu em 0,5 %, a quantidade de feridos reduziu em 3,3 % e a quantidade de mortos teve um decréscimo em 7,0 %.

Apesar do número de acidentes ser maior em relação ao ano passado, os acidentes graves com feridos ou mortos tiveram redução. Fonte: PRF

Com relação às características e o tipo, os acidentes graves na sua maioria se concentraram em acidentes tipo Colisão Transversal(26,5 %), seguido do tipo Colisão Frontal(15,5 %) e Colisão Traseira(13,8 %).

Com relação ao local do acontecimento dos acidentes, a rodovia que concentrou a maior quantidade de acidentes graves é a BR 343(37,0 %), seguida da BR 316(32,0 %) e a BR 135(13,3 %). No caso de vítimas fatais, a rodovia que mais concentra esse tipo de vítima é a BR 343(35,8 %), seguido da BR 135(22,6 %) e da BR 316(15,0 %). Se considerarmos a relação de vítimas fatais com a quantidade de acidentes, a rodovia que apresenta um índice de letalidade bastante elevado ainda é a BR 135 no sul do estado.

As principais causas dos acidentes nos seis primeiros messes de 2021 resultam em condutas inadequadas dos motoristas. A Falta de Atenção no momento de ingressar na rodovia e a ausência de Reação ou a ineficiência dela por parte do condutor correspondem por 30,2 % dos principais motivos que levaram ao acontecimento dos acidentes nesse período. No caso de acidentes com óbitos, as principais causas são: Transitar pela Contramão, Falta de Atenção no momento de ingressar na rodovia e a Ultrapassagem Indevida.

Apesar da redução nesses índices, é necessário ainda uma conscientização maior por parte do condutor, tendo em vista que muitos acidentes poderiam ser evitados se a conduta de motoristas e pedestres fosse adequada.

Fonte: PRF